Protagonistas do Ecossistema conversam sobre o papel das Instituições de Inovação

Inovação é essencial em tempos de pandemia 

 

Três representantes de algumas das principais instituições de inovação do País participaram da última Live do Ecossistema, promovida no último dia 28 de maio. Fred Arruda (CEO do CESAR), Zaima Milazzo (CEO do Brain), Daniel Leipnitz (dirigente da ACATE)  foram os convidados  do encontro que teve como mediador o presidente da Federação Assespro, Italo Nogueira.  Eles debateram o papel dessas instituições frente aos novos desafios que surgem neste cenário imposto pela pandemia. 

 

Zaima Milazzo, do Brain, o Instituto de Ciência e Tecnologia fundado pela Algar Telecom, explicou que “Fomos criados para desenvolver inovação e agora, com a mudança comportamental, acabamos tendo que nos transformar também”. Para ela, precisamos de mudanças que permitam a disrupção. “Temos que traçar estratégias múltiplas para fazer isso. De defesa e, principalmente, de inovação e reinvenção. Nesse contexto de tantas incertezas, a inovação tem que se voltar para o que é realmente importante. Soluções de curto prazo para gerar mais segurança, mais conforto e eficiência e que amenizem os impactos da pandemia”. 

 

Fred Arruda, do Centro de Estudos Avançado do Recife C.E.S.A.R. concorda. Para ele, “Temos que ter coragem e ficarmos de olho nas grandes oportunidades e investir o tempo todo. Inovar e empreender é correr riscos. Como diz nosso cientista chefe, Silvio Meira, não podemos, de jeito nenhum, ter medo de construir o futuro”.

 

Já Daniel Leipnitz, da Associação Catarinense de Tecnologia, principal representante do empreendedorismo inovador em Santa Catarina com 1500 associados em 13 polos pelo estado, enfatizou que a grande dificuldade no momento  é de acesso ao crédito. “Temos que mudar a forma como os bancos encaram as empresas de TIC. Nossas empresas são diferentes. Nós temos garantias totalmente distintas das tradicionais. Muitas delas não têm garantia real”. 

Leipnitz acrescentou que está criando um fundo garantidor do setor reunindo cerca de 250 empresários. “Eles seriam cotistas para emprestar e retribuir tudo que aquele ecossistema lhes deu”. E indagou.  “Quantos projetos incríveis não ficaram pelo caminho por falta de alguém que acreditasse neles?”. 

 

Presidente da Federação Assespro, principal entidade representativa das empresas de TI do Pais, Italo Nogueira, completou que essas boas práticas estão sendo adotadas também pela nacional e ressaltou  que Yves Nogueira, presidente do Softex Recife e também diretor de  capital empreendedor da Assespro Nacional, já está elaborando um plano de criação de fundo garantidor. 

 

As Lives do Ecossistema são promovidas pelo Softex Recife, Assespro PE, Seprope , Manguez.Al, C.e.s.a.r. e Porto Digital. O arquivo está no Youtube do Porto Digital pelo link http://www.youtube.com/portodigitalrec.

Confira todos os informativos


Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

Agendas de eventos

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.