Operações com o exterior é tema de palestra com WTM do Brasil

CEO da WTM do Brasil, Lisandro Vieira, falou sobre como tornar a exportação e importação de serviços e produtos mais seguras e vantajosas para os empresários do ecossistema

Vender ou adquirir serviços e produtos do exterior são operações importantes em uma empresa. Elas podem representar boas oportunidades de negócio, mas também um risco. Por isso, foi realizada, no último dia 23 de maio, uma palestra com o CEO da WTM do Brasil, Lisandro Vieira, que mostrou como tornar essas operações mais seguras e vantajosas aos empresários do ecossistema de TIC do Recife. A atividade, que teve o apoio do SoftexRecife, Assespro PB/PE, Seprope, Manguez.Al e Grupo OPortoForte, aconteceu no auditório do empresarial ITBC, localizado na Rua da Guia, no Bairro do Recife.

Em sua exposição, Vieira abordou diversos aspectos do tema, entre eles os desafios fiscais, tributários, legais e cambiais. “As operações no mercado exterior possuem riscos e oportunidades que são capazes de impactar decisões e tributações das empresas. A WTM do Brasil é especialista em consultoria sobre comércio exterior, com ampla experiência em processos na área de Tecnologia da Informação. Por isso, decidimos compartilhar algumas dicas e soluções que ajudassem as empresas de TI nesse processo de exportação e importação”, disse.

O CEO da WTM destacou vários cuidados necessários na hora de fazer as declarações ao Siscoserv (Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços). Criado pelo Governo Federal em agosto de 2012, o Siscoserv coleta informações sobre o comércio exterior de serviço. O objetivo dele é melhorar o conhecimento a respeito das importações e exportações dos diversos setores da economia, além de subsidiar a formulação de políticas públicas. A partir desse sistema, as empresas e os contribuintes brasileiros devem prestar informações a respeito de compras e vendas de serviços ao exterior.

Além do Siscoserv, Vieira frisou outros pontos sobre pagamentos e recebimentos internacionais os quais as empresas precisam ter cuidado. “Nos aspectos fiscais e tributários, é importante estar atento às declarações para a Receita Federal. Também há uma série de normas definidas pelo Banco Central envolvendo o fechamento de câmbio que devem ser cumpridas. Se bem construído os processos, isso pode impactar em melhores ganhos financeiros para empresas, em especial com a redução de custos tributários”, concluiu Vieira.

 

Confira todos os informativos


Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

Agendas de eventos

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.