Startup Weekend Women conecta e incentiva empreendedoras no setor de tecnologia

Evento, patrocinado pelo SoftexRecife – reuniu mulheres para, em 54 horas, desenvolver uma ideia e colocá-la em prática montando uma startup

O Recife foi sede de mais uma edição do Startup Weekend Women, iniciativa voltada para fomentar, inspirar e conectar empreendedoras no setor de tecnologia da informação. O evento – organizado globalmente pela Techstars e tocado localmente pela Comunidade Manguez.al– aconteceu entre os dias 22 e 24 de março, reunindo mulheres para, nessas 54 horas, desenvolver uma ideia e colocá-la em prática montando uma startup. As participantes se encontraram e desenvolveram as atividades na Accenture Innovation Center – Armazém 12, no Bairro do Recife. A iniciativa também contou com o patrocínio da InLoco, Sebrae, SoftexRecife e Creative Pack.

Os três dias foram de muito trabalho e aprendizado para todos, inclusive os homens cuja participação era propositalmente limitada a 25% do público no evento. Durante a maratona, os integrantes apresentaram suas ideias, elegeram as melhores e – divididos em grupos – se dedicaram a tirá-las do papel. Para ajudar nesse desafio, as equipes tiveram mentorias de profissionais e empreendedoras de sucesso no mercado. Também houve palestras sobre validação, MVP (Produto Mínimo Viável) e pitch, ministradas por Victor Soares, Tiago Bockholt e Renata Albertim, respectivamente. Ao final, uma banca avaliadora elegeu as melhores ideias.

Três iniciativas se destacaram: Oxe, bora!, Transforma e Aya. O primeiro lugar ficou com a Oxe, bora!, um grupo formado por sete mulheres, entre elas designers, estudante de arquitetura, desenvolvedora e até uma aluna do ensino médio. A ideia da equipe foi criar uma plataforma de turismo que possibilitasse pessoas vivenciarem de forma mais ampla a cidade do Recife. “Queremos conectar as pessoas interessadas em ter uma experiência diferente de turismo, sendo ela visitante ou local, com os micros e médios empreendedores que sofrem com a falta de visibilidade e investimento”, explicou Bruna Avellar, designer da Oxe, bora!.

Já a Transforma conquistou o segundo lugar. O time apresentou uma solução para que pessoas transsexuais encontrassem ajuda afetiva e psicológica. A estudante de psicologia, Giulia Sgotti, conta que a ideia é conectar psicólogos aptos a cuidar da população LGBTQ+ e pessoas Trans. A consulta seria marcada por meio de um chatbot criado pela equipe. Por fim, a Aya – plataforma que visa estimular a equidade de gênero no mercado de trabalho de TI – ocupou o terceiro lugar. “Temos como público alvo as multinacionais e as grandes corporações. Empresas como a Accenture, TW, Sebrae e Mete a Colher já se interessaram e estamos com reuniões marcadas”, contou Gio Brito, uma das integrantes do grupo.

Confira todos os informativos


Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

Agendas de eventos

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.