Encontro Mensal: Empresários de TIC debatem sobre Investimento Anjo

Mais de 50 empresários do parque tecnológico participaram do encontro que contou com palestra de Yves Nogueira, CEO da Tynno, sobre investimento anjo e a criação do capítulo Pernambuco da Anjos do Brasil

O primeiro encontro do ano que reuniu os empresários e os executivos do ecossistema de TIC do Recife foi bastante disputado, e lotou a área de eventos do restaurante Douro In, no Pina. No foco da atenção do setor, estava a palestra sobre investimento anjo e a criação do capítulo Pernambuco da Anjos do Brasil. A exposição foi capitaneada pelo CEO da Tynno, Yves Nogueira, no último dia 25 de janeiro. Organizado pela Assespro, com o apoio do SoftexRecife e do Seprope, o almoço reuniu mais de 50 empreendedores do parque tecnológico, além de representantes das instituições do polo.

Antes do início do painel, os participantes foram saudados pelo novo presidente da Assespro-PE/PB, Rodrigo Vasconcelos, e pelo presidente do SoftexRecife, Alcides Pires, que destacaram a importância da presença de todos e do interesse na construção de um melhor ambiente de negócios. “Muito bom ver esse espaço cheio, tendo até uma lista de espera. Isso nos dá mais disposição para seguirmos em frente com esse trabalho de fortalecer o nosso ecossistema”, disse Vasconcelos, agradecendo em especial a presença de quem participava do encontro pela primeira vez.

Já durante a apresentação, Yves Nogueira explicou que a Anjos do Brasil se trata de uma organização sem fins lucrativos de incentivo ao investimento anjo para apoiar o empreendedorismo de inovação. Essa rede aberta de investidores hoje conta com mais de 380 membros no país. “Junto com um grupo de empresários, participo da Anjos do Brasil desde 2017 e em outubro do ano passado fizemos a primeira reunião com o intuito de ter um capítulo aqui e conseguimos. Agora, são nove estados com Pernambuco que passam a ter um capítulo da Anjos do Brasil”, relata Nogueira.

A instituição é formada por empresários, executivos, profissionais liberais ou gestores de fundos com larga experiência. Por isso mesmo, além da alocar o capital, eles têm competências e relacionamento profissional que permitem apoiar às empresas nascentes de forma significativa. “Quando se faz um investimento anjo, naturalmente o principal objetivo é ter um retorno financeiro. Mas, há uma grande satisfação em levar o smart money, o dinheiro inteligente. Recurso financeiro é algo importante para as primeiras iniciativas, mas há uma satisfação em conseguir acelerar o processo de sucessos desses negócios, a partir da nossa experiência empreendedora”, destacou o CEO da Tynno.

Segundo ele, a Anjos do Brasil atua em três verticais: Fortalecimento da rede de investidores; Divulgação de conhecimento e criação de cultura; Relações institucionais e Políticas públicas. Assim, os investidores membros da rede contam com uma série de benefícios e ações, como capacitações (cursos EAD, workshops e eventos); Rede estruturada de apoio (grupos de investidores em Núcleos Regionais, que trocam experiências, etc); envio de projetos para investir; criação de propostas e apoio a iniciativas que visam à melhoria da legislação de investimento anjo e de empreendedorismo no Brasil, entre outras atividades.

Yves Nogueira também apresentou alguns números da instituição. Atualmente, a rede calcula R$ 1 bilhão em investimento anjo realizado, em 2017. Um número que vem crescendo ao longo dos anos e deve ganhar ainda mais corpo, em especial pela segurança jurídica trazida pela Lei Complementar nº 155/2016, que regulamentou a prática e está em vigor desde janeiro 2017. Além disso, conta a favor a queda da taxa de juros e divulgação de unicórnios brasileiro, a exemplo da 99, a PagSeguro e o Nubank. Segundo a Anjos do Brasil, o país tem potencial para chegar a um investimento de R$ 9,4 bilhões/ano, ou seja 9,5 vezes o atual.

Anúncio – No almoço, o presidente recém-eleito da Assespro Nacional, Italo Nogueira, anunciou parte da nova diretoria da instituição. Entre os nomes citados, estão Alcides Pires, como vice-presidente de Marketing e Eventos; Gerino Xavier, como diretor adjunto interinstitucional; e Yves Nogueira, como diretor adjunto de Capital Empreendedor. “Assim que iniciamos o trabalho este ano, já recebemos um apoio importante do ecossistema. Ao longo dos anos, fruto da batalha de muitas gestões, construimos algo diferente em prol do coletivo, aqui em Pernambuco, e queremos replicar isso em nível nacional. Agradecemos a confiança de todos os empresários nesse projeto”, colocou Italo Nogueira.

Confira todos os informativos


Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

Agendas de eventos

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.