Francisco Saboya deixa presidência e faz balanço de sua gestão no Porto Digital

Evento foi marcada por homenagens e a apresentação de um balanço de ações sobre período em que ele esteve no comando da entidade

 

Com informações da Assessoria de Imprensa do Porto Digital
Depois de 11 anos à frente do Porto Digital, Francisco Saboya deixou a presidência do parque tecnológico, no último dia 31 de outubro. A despedida foi marcada por homenagens e a apresentação de um balanço de ações sobre período em que ele esteve no comando da instituição. Colaboradores, empresários e representantes de várias entidades do polo de TIC de Pernambuco se reuniram no auditório do Apolo 235, no Bairro do Recife, para acompanhar a retrospectiva e desejar sucesso a Saboya.

 

Entre as iniciativas promovidas durante a gestão de Saboya, estão projetos e programas estruturantes para a ampliação do parque, como o Portomídia, a Jump Brasil, o Armazém da Criatividade e o Laboratório de Objetos Urbanos Conectados (LOUCo). “Foi uma satisfação tremenda ter trabalhado nesse ambiente incrível chamado Porto Digital – um projeto de política pública engendrado numa porção da cidade, que é o centro histórico. Foi uma satisfação, nesses anos todos, dar a minha contribuição para a consolidação dele. Estou certo que o que vem por aí certamente será de muito mais projeção porque o Recife conquistou esse lugar”, disse Francisco Saboya.

 

Nessa longa trajetória, destaca-se que, em 2010, após pesquisas e consultas ao mercado, academia e governo, o Porto Digital expandiu sua atuação – que no início de sua operação focava em tecnologia da informação e comunicação – para englobar a economia criativa. Em 2013, o parque inaugurou o braço de apoio a empreendimentos de economia criativa com o Portomídia – polo de suporte tecnológico voltado para a estruturação de cadeias de negócio sustentáveis nas áreas de games, cinevideoanimação, multimídia, design, fotografia e música.

 

O apoio a startups também se tornou um dos pontos fortes do parque com a criação dos programas de incubação e aceleração com a Jump Brasil. Com três incubadoras e uma aceleradora, o Porto Digital deu o pontapé inicial para a ampliação do ecossistema – programas como o Mind the Bizz e o Mulheres em Inovação, Negócios e Artes (MINAs) expandem de forma exponencial a capacidade de formação e atração de mais profissionais qualificados e empreendedores.

 

Já o LOUCo foi pensado como plataforma para criação, desenvolvimento e prototipagem rápida de soluções que melhorem a qualidade de vida das pessoas nas cidades. O makerspace faz parte de uma série de outras ações propostas por Saboya e pela equipe do Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD) para pensar o futuro e propor respostas para problemas da sociedade, como o IT Green, Portoleve e o Mind the Future.

 

Novas fronteiras – Com intuito de interiorizar a ação do Porto Digital, também foi inaugurado o Armazém da Criatividade – uma estrutura de suporte à inovação e empreendedorismo, que atua de forma integrada com as instâncias de ensino, ciência e tecnologia, e estreita a articulação com o setor produtivo e com as políticas públicas em Caruaru. Ele oferece suporte para atingir padrões mais elevados de inovação nos principais arranjos produtivos locais.

 

Assim como o Armazém levou o Porto Digital para o Interior, programas de internacionalização – como o Deep Dive – levaram o parque para além das fronteiras. Na gestão de Saboya, o Porto Digital organizou o encontro mundial da Associação Internacional de Parques Tecnológicos e Áreas de Inovação (IASP) em 2013 e o latino-americano em 2018.
REC’n’Play – Entre as inúmeras iniciativas realizadas durante os 11 anos no Porto Digital, o REC’n’Play – festival de experiências digitais que chega ao seu segundo ano – é um dos mais recentes. O festival leva o mundo para o Bairro do Recife com palestras, show e diversas atividades, com convidados locais, nacionais e internacionais. A edição deste ano já está pronta e acontecerá de 7 a 10 de novembro.

 

Saboya – Professor de Macroeconomia e Gestão de Sistemas e Tecnologias da Informação na Faculdade de Ciências da Administração da Universidade Estadual de Pernambuco (FCAP-UPE), Francisco Saboya foi empreendedor por mais de 20 anos e ocupou cargos de secretaria e direção superior nos níveis estadual e municipal. Foi membro do júri do Cannes Lions Festival of Creativity (2013) e, neste mesmo ano, foi considerado uma das 100 personalidades mais influentes do país pela revista Época Negócios.

 

Atualmente, Saboya é vice-presidente da Associação Nacional de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), além de coordenador da Câmara Nacional de Tecnologia da Informação da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Também foi eleito presidente da Divisão Latino Americana da IASP em 2015, cargo que ocupou até 2018.

Confira todos os informativos


Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

Agendas de eventos

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.