Grupo Raymundo da Fonte se aproxima de polo de TIC para conhecer soluções inovadoras

Comitiva com 29 dirigentes da empresa participou de Match Day organizado pelo SoftexRecife, Assespro, Seprope, Porto Digital, CESAR e pela comunidade Manguez.al

 

Em busca de iniciar um processo de inovação rumo à indústria 4.0, o Grupo Raymundo da Fonte fez uma imersão no universo do ecossistema de tecnologia de Pernambuco. Uma comitiva formada por 29 dirigentes da companhia participou, no último dia 30 de agosto, de um Match Day, organizado pelo SoftexRecife, Assespro, Seprope, Porto Digital, CESAR e a comunidade de startups Manguez.al. A agenda corporativa incluiu um painel sobre o parque tecnológico, sessões de match com institutos de inovação e empresas locais de TIC, Keynote com Cláudio Marinho, além de visitas a empreendimentos.

 

A programação, que se estendeu por todo o dia, começou cedo com uma exposição geral sobre o polo de TIC, feita por Leonardo Guimarães (diretor executivo do NGPD) e aprofundada através de um painel com Alcides Pires (SoftexRecife), Italo Nogueira (Assespro), Lucio Ribeiro (Manguez.al) e Sérgio Cavalcante (CESAR), no auditório Apolo 235, no Bairro do Recife. “É importante observar que a política pública do Porto Digital perpassa as mudanças de governo no município e no estado. Em todas as gestões, se percebe o valor dessa política de dar suporte às empresas de tecnologia num território estabelecido, gerando bons resultados para cidade e para o estado como um todo”, destacou o presente do SoftexRecife, Alcides Pires.

 

Afora a estrutura organizacional e as entidades do parque tecnológico, a comitiva conheceu a atuação de quatro institutos de inovação (CIn/UFPE, UPE/Parqtel, ISI/SENAI e Overdrives), visitou a JUMP, o L.o.u.co e a unidade do CESAR, no Cais do Apolo. À tarde, foi a vez dos dirigentes exporem algumas de suas necessidades e expectativas. Eles ainda assistiram aos pitches de 15 empresas locais de TIC a respeito das soluções inovadoras. Cada companhia teve cinco minutos para apresentar seus produtos e diferenciais, e outros três minutos para tirar dúvidas e responder a perguntas dos participantes.

 

Para o presidente do Grupo Raymundo da Fonte, Hisbello de Andrade Lima, a experiência do Match Day foi muito positiva e abre muitas possibilidades de negócio. “O evento superou as nossas expectativas. Agora vamos fazer uma reunião interna, trocar ideias entre o grupo para priorizar as nossas demandas. Coloco à disposição para quem quiser visitar a fábrica, de acordo com as agendas dos responsáveis da área para que eles possam receber todos. Somos uma empresa grande e diversificada e, às vezes, a gente não identifica uma oportunidade para uma startup, mas juntos podemos descobrir fazendo uma visita”, avaliou.

 

O diretor Administrativo do Grupo Raymundo da Fonte, Osvaldo Scalzo, também reforçou o interesse da companhia em estreitar os laços com o ecossistema de TIC. “A gente quer ser parceiro desse ambiente. Ficamos com uma expectativa muito grande depois de uma viagem ao Vale do Silício e não poderíamos ter dado um passo melhor que participar desse encontro. É muito boa a qualidade das apresentações, acho que todas dão algum match. Por isso, precisamos selecionar o que é prioritário neste momento. Não é possível abarcar tudo de uma vez. Mas, todos representam uma oportunidade de melhoria no Raymundo da Fonte”, disse Scalzo, ao final da sessão de pitches das empresas.

Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.