Meetup debate formas de investimento em startups

O evento foi promovido pela comunidade Manguez.al e o projeto Augment, contando com o apoio do SoftexRecife, Assespro, Seprope e Queiroz Cavalcanti Advocacia

 

Sabe como atrair um investidor? Que empresa pode receber aporte financeiro?  Ou quais são as modalidades de investimento permitidas por lei? Para responder essas e outras perguntas sobre o universo de investimentos em startups e empresas de TIC, foi realizado um meetup no último dia 4 de abril, no auditório do empresarial ITBC, no Bairro do Recife. O evento foi promovido pela comunidade Manguez.al e o projeto Augment, contando com o apoio do SoftexRecife, Assespro, Seprope e Queiroz Cavalcanti Advocacia.

 

O tema foi abordado em apresentações realizadas por Camila Oliveira, sócia titular da área de Direito Empresarial da Queiroz Cavalcanti Advocacia; Sílvio Aragão, investidor e fundador da Avantia; e Leo Pinho, CEO e fundador da Kaplen (empresa negociada com o Itaú). Eles passaram visões de diferentes ângulos sobre o assunto. Em exposição, Camila Oliveira pontou as formas previstas em lei para se receber e fazer investimentos. Aragão falou sobre sua experiência e expectativas como investidor anjo. Já Pinho compartilhou a vivência de ter uma startup que recebeu aporte financeiro de investidores.

 

Além das exposições feitas pelos convidados, o evento contou com uma sessão prática de pitches. Sete representantes de startups fizeram apresentações aos especialistas para mostrar o potencial de seus negócios, serviços ou produtos. Simulando as regras convencionais desse tipo de atividade, eles tiveram um minuto para fazer a exposição. Ao final de cada pitch, os especialistas passaram um feedback sobre a apresentação das empresas, deram dicas de onde melhorar e as possibilidade de investimentos.

 

Segundo Jerson Brito, um dos líderes da comunidade Manguez.al, o evento foi muito bem-sucedido, pois os participantes tiveram não só acesso à informação, como também experimentaram, na prática, o principal ponto de partida para a conquista de investidores. “Os empreendedores das startups não têm o hábito de participar de pitches e há sempre muitas dúvidas sobre o que os investidores querem escutar, o que é importante, do que estão à procura. O evento trouxe essas respostas. Os especialistas dedicaram cerca de 20 min para comentar cada empresa que se apresentou. Todos falaram que nunca aprenderam tanto em tão pouco tempo”, resumiu.

 

Augment – Criado pela Queiroz Cavalcanti Advocacia, o projeto Augment visa realizar ações para apoiar a startups e pequenas e médias empresas com alto potencial de crescimento. A intenção é facilitar o compartilhamento de conhecimento e a promoção de conexões entre empreendedores e grandes players de mercado, para criação de um ambiente de suporte e incentivo a pequenos e médios negócios vocacionados ao alto desempenho.

Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.