Match Day: Unilever busca soluções inovadoras para área de suprimentos

Encontro reuniu representantes de empresas do polo de TIC interessada em entender melhor a demanda e agora elas interagem diretamente com a multinacional

 

A pedido da Unilever, o SoftexRecife, em parceria com a Assespro, Seprope e Manguez.al, promoveu mais um Match Day que conectou a multinacional com as empresas do polo de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Recife. Dessa vez, a gigante holandesa estava em busca de soluções inovadoras para otimizar sua área de suprimentos. O encontro reuniu representantes de seis companhias interessadas em entender melhor a demanda no último dia 09 de abril, no empresarial ITBC, no Bairro do Recife. Agora, elas dialogam com a Unilever sobre suas as propostas de solução.

 

Segundo o coordenador da área de procurement da Unilever, Marco Lanfredi, a intenção é potencializar a automação de toda a cadeia de granel das fábricas. “Hoje nossas plantas já possuem sensores de níveis e sistemas de telemetria instalados em parte dos tanques de granéis. Ainda assim, não é a automação que gostaria de contar. Por isso, entre os nossos objetivos está o de dispor de uma automação que otimize a emissão de pedidos; elimine os riscos de ficar sem material e de compras por análise inadequada. Também queremos melhorar os custos de transporte e material, principalmente nas plantas mais distantes”, detalhou.

 

Lanfredi avaliou que o evento foi um sucesso e as atividades promovidas pelas entidades do polo de TIC têm ocupado um papel importante no processo da multinacional rumo à indústria 4.0. “Para a Unilever, essa parceria com o SoftexRecife e as entidades do polo tem sido muito importante. Os Match Days são uma oportunidade de troca de experiências enriquecedora para todos. A Unilever não tem conhecimento tão especializado na área de TI e tem sido um ganho estreitar laços com essas empresas inovadoras. Sem dúvida, é uma grande contribuição na nossa trajetória rumo à indústria 4.0”, disse.

 

O escopo do projeto de automação é voltado a atender todas as plantas de fábricas instaladas no Brasil. Mas, o projeto piloto terá como foco inicial as unidades do Nordeste, devido à proximidade e por serem mais sensíveis ao problema. Da reunião, participaram as empresas Bionic, BVR, CorpTech, Mekatronik, Pitang, TaurusTech. “O foco do encontro foi entender o problema e as necessidades da Unilever. Depois, cada empresa passou a interagir diretamente com a multinacional, visando apresentar a sua solução para a demanda”, concluiu o executivo técnico do SoftexRecife, Augusto Galvão.

Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.