Neurotech apresenta sua nova plataforma para empresários de TIC

A exposição foi conduzida pelo CEO da empresa, Domingos Monteiro, para uma plateia de aproximadamente 40 pessoas no auditório do empresarial ITBC

 

De olho em formar novas parcerias dentro do polo, a pernambucana Neurotech, empresa associada ao SoftexRecife, realizou uma palestra para apresentar sua plataforma a um grupo de empresários. A exposição, que ocorreu no dia 25 de outubro, reuniu cerca de 40 pessoas no auditório do empresarial ITBC, na Rua da Guia, Bairro do Recife. À frente da atividade estava o CEO da empresa, Domingos Monteiro, que também falou um pouco sobre a história e o mindset que norteia as ações do grupo.

 

Criada a partir de um projeto de pesquisa do Cesar e fundada em 2002, a Neurotech iniciou suas operações com um modelo de negócio direcionado para a venda de software, mudando depois para a prestação de serviços de tecnologia. Hoje, a empresa trabalha com o desenvolvimento de tecnologias que auxiliam os clientes a tomar uma decisão diante de uma situação de risco. Através da coleta de dados e simulação com algoritmos de inteligência artificial, são avaliados os riscos de diversas operações financeiras.

 

“A partir de 2009, começamos a trabalhar na expansão das variáveis, das informações que usávamos para avaliar um determinado problema. Em 2013, fomos investidos pela TMG, um fundo brasileiro de capital estrangeiro. A TMG enxergou que a nossa solução criada para crédito poderia ser usada em outros setores, ajudando a escalar nossos negócios”, contou Monteiro, acrescentando que a empresa ainda tem três dos cinco fundadores trabalhando na operação dia a dia, além de executivos.

 

Segundo ele, após o investimento da TMG e com o mindset que articula eficiência operacional e inovação, a Neurotech ampliou seus negócios alcançando novos segmentos de mercado, como indústria, educação, governo, seguradoras, além da manutenção das financeiras e do varejo. Tudo isso porque a empresa criou uma plataforma de engenharia de conhecimento, que possui uma grande base de dados coletada em diferentes fontes de informação (principalmente públicas) capazes de ajudar de forma eficiente seus clientes no processo de tomada de decisão.

 

“Temos um ativo. Um Data Lake que ninguém tem porque ele vem sendo construído ao longo de 10 anos de operação no mercado. Usamos isso para construir soluções. Eu coleto dados, uso machine learning para encontrar algo interessante nesses dados e apresento isso para o cliente de forma que possa gerar resultado para ele”, detalhou Monteiro. Esse material coletado e analisado envolve dados estruturados e não estruturados, como redes sociais, gravação de ligações telefônicas, etc.

 

Ainda de acordo com o CEO da Neurotech, hoje 300 milhões de sinais são coletados por mês pela companhia e os dados são usados para uma série de aplicações. Entre os cases obtidos, ele destacou a solução empregada na área de seguros de veículos, com o objetivo de diminuir o risco de roubos e furtos. Ao iniciarem a operação neste segmento, ele fala que a KS (teste estatístico de Kolmogorov-Smirnov muito usado no setor financeiro) era de 13%. Após o amadurecimento da solução, conseguiu-se chegar a uma KS de 45%.

 

Por fim, Domingos Monteiro se colocou à disposição em colaborar no desenvolvimento de soluções que envolvam a análise inteligente de dados. “A ideia aqui foi passar para todos um pouco o que é a Neurotech e comentar que boa parte do que temos feito hoje vem de novos desafios. Desafios que possam ser resolvidos conectando dados com inteligência para tornar o futuro mais previsível. Estamos à disposição para colaborar na criação de soluções que façam a diferença”, concluiu.

 

Acompanhe nossa agenda de eventos, cursos e palestras!

© SOFTEXRECIFE. Todos os direitos reservados.